RM do ombro

Ressonância magnética

O que é RM do ombro?

O exame de ressonância magnética (RM) do ombro é um meio complementar com excelente acuidade diagnóstica em distintas patologias (doenças), bem como na avaliação da resposta aos tratamentos instituídos. Veja mais informação em indicações da RM do ombro.

A dor no ombro é um dos principais sintomas que levam à execução do exame, apesar de poderem existir outros (dificuldade de movimentos, deficits de amplitude, edema (inchaço), crepitação, etc.).

A ressonância magnética ou ressonância magnética nuclear (RMN), contrariamente à radiografia (RX) e à tomografia computorizada (TC), não emprega radiação ionizante. A RM opera com um campo magnético intenso e ondas de rádio para gerar imagens pormenorizadas dos diversos órgãos e sistemas do corpo humano, neste caso do ombro.

Por norma, o exame é apenas realizado a um dos ombros (ombro esquerdo ou ombro direito), podendo, no entanto, em alguns casos ser realizado aos dois ombros (bilateral) no mesmo momento, sendo neste caso contabilizados dois exames distintos.

Indicações da RM do ombro

A ressonância magnética do ombro possui indicação na avaliação das patologias do ombro, principalmente nos doentes que apresentam dor no ombro que não responde à terapêutica médica conservadora.

Saiba, aqui, tudo sobre dor no ombro.

Entre outras, podemos referir como principais patologias (ou doenças) em que existe indicação para realizar RM do ombro:

É importante frisar que outros métodos de diagnóstico mais acessíveis, como a ecografia (ultrassonografia) do ombro, o RX do ombro ou a Tomografia Computorizada (TC) do ombro, podem ser suficientes para diagnosticar algumas das patologias atrás referidas. Contudo, a RM do ombro é um exame com excelente acuidade diagnóstica, sendo muitas vezes usada como método complementar quando os exames atrás apresentados se tornam inconclusivos. Veja mais informação em “outros exames do ombro”.

Artro ressonância do ombro

A artro ressonância magnética (Artro RM) do ombro é um exame ainda mais sensível que a RM do ombro. Consiste na realização de RM após injeção de contraste na articulação do ombro.

São reduzidas as indicações para a sua realização. Está geralmente indicada quando a clínica (dor, incapacidade na mobilização, etc) é significativa e a RM do ombro não apresenta alterações relevantes.

RM do ombro com contraste

Através da ressonância magnética (RM) do ombro com contraste é avaliado o comportamento vascular das estruturas em observação.

O gadolínio é um produto de contraste usado em RM. Trata-se de uma substância aplicada por via endovenosa que amplia a intensidade de sinal das estruturas com fluxo sanguíneo aumentado, por exemplo no contexto de tumores ou inflamações. A utilização de gadolínio está contra-indicado em doentes que apresentam insuficiência renal grave.

As reações com gadolínio são muito menos frequentes relativamente à utilização de contrastes iodados (à base de iodo) em Tomografia computorizada (TC).

clinica_imagiologia.png

Preparação para RM do ombro?

O doente não necessita de efetuar (quer antes quer depois) qualquer tipo de preparação para poder realizar a ressonância magnética do ombro.

O paciente pode tomar a medicação habitual, exceto em casos que exista indicação do médico em sentido contrário.

Antes da realização do exame, o doente é convidado a retirar todos os objetos metálicos que possui, nomeadamente, relógio, pulseiras, cordões, piercings, etc..

Os doentes que possuem próteses (dentárias, etc.), bem como outros dispositivos implantados (pacemakers, etc) devem informar previamente o técnico de modo a ser avaliada a compatibilidade destes dispositivos com os campos magnéticos gerados na RM.

Como é feita a RM do ombro?

Chegado ao local, é solicitado ao doente que troque a sua roupa por uma bata. De seguida, o doente é colocado em decúbito dorsal (“barriga para cima”) na mesa que deslizará para o interior do aparelho de RM.

Durante a realização do exame serão fornecidas instruções via intercomunicador, devendo o doente estar em repouso absoluto. A ressonância magnética é um exame não invasivo e indolor, ou seja, o paciente não experimenta qualquer tipo de dor durante a execução do exame. A RM poderá ser concretizada com recurso à utilização de sedação em casos especiais, particularmente em crianças ou em doentes não colaborantes.

Os aparelhos de RM que geram campos magnéticos mais intensos são idênticos a túneis e referenciados vulgarmente por ressonância magnética fechada ou de campo fechado. Em alternativa, particularmente para indivíduos com claustrofobia, existem aparelhos de ressonância magnética aberta. Estes aparelhos geram campos magnéticos menos intensos, pelo que as imagens médicas conseguidas exibem menor detalhe e resolução, mesmo assim com boa acuidade diagnóstica.

O Técnico de Radiologia executa o exame, adquirindo as imagens, que depois serão interpretadas e relatadas (relatório escrito) pelo Médico Radiologista.

Os resultados do exame (imagens e relatório) só serão conhecidos após o Médico Radiologista aprovar o relatório final. O exame é disponibilizado através de redes de dados (redes informáticas) ou, então, através de dispositivos de arquivo digital como o DVD. O relatório, por norma, é impresso em papel e acompanha as imagens.

Duração da RM do ombro?

A duração média para realizar uma RM do ombro é de 30 minutos.

Posteriormente, o Médico Radiologista terá de observar e relatar o exame. O tempo total necessário para o exame ser disponibilizado ao utente é bastante variável e depende da sua urgência.

Outros exames do ombro

A ecografia do ombro (ultrassonografia, ultrassons) é um método imagiológico dinâmico, inócuo, de fácil acesso, rápido e barato, sendo usado frequentemente, a par com o Raio X, como exame de primeira linha na avaliação do ombro. Caso a análise ecográfica seja inconclusiva, e mediante o caso em estudo, deverá ser efetuada avaliação complementar por TC ou RM.

Saiba, aqui, tudo sobre ecografia do ombro.

As alterações ósseas significativas (exemplo artrose do ombro) não podem ser estudadas através dos ultrassons. Nestes casos temos de recorrer à radiografia do ombro (RX do ombro), à tomografia computorizada (TC ou TAC do ombro) ou à RM do ombro.

Saiba, aqui, tudo sobre TC do ombro.

Saiba, aqui, tudo sobre RX do ombro.

Muitas vezes, alterações tendinosas (dos tendões) e musculares (dos músculos) requerem avaliação complementar através de RM do ombro, já que este exame é mais sensível e específico na avaliação do ombro.

Acresce que a tomografia computorizada do ombro (TC, TAC), ainda que se trate de uma técnica mais económica e mais disponível, emprega radiação, pelo que em grupos específicos, especialmente crianças e grávidas, a RM é uma excelente opção.

Quanto custa uma RM do ombro?

Os utentes do Sistema Nacional de Saúde (SNS) só têm acesso a este método de imagem médica em meio hospitalar. A RM do ombro (à semelhança dos outros estudos de RM) não está considerada na Tabela de Convencionados.

Para a realização da ressonância magnética, o preço médio é de aproximadamente 300€, quando o exame é concretizado a título particular. No entanto, o valor do exame é definido pela clínica de imagiologia respetiva, pelo que o valor apresentado é simplesmente uma “ordem de grandeza”.

Para os beneficiários da ADSE, o preço da taxa moderadora varia entre 27€ e 30€ (ver tabela ADSE). Os utentes do SNS apenas terão de suportar o custo de uma taxa moderadora, exceto nos casos onde existe isenção (doentes internados, insuficientes económicos, etc.).

Veja onde fazer o exame de RM do ombro, e mais informações sobre o preço dos exames em Portugal, na clínica de imagiologia do seu concelho.

clinica_imagiologia.png