Tendinite da pata de ganso

Tendinite da pata de Ganso

O que é tendinite da pata de ganso?

A tendinite da pata de ganso é uma das causas mais frequentes de tendinite do joelho em que existe uma inflamação dos tendões da face medial da articulação, nomeadamente o semitendinoso, semimembranoso e gracilis, que constituem o pés anserinos.

Por vezes, a bursa que envolve estes tendões está também inflamada originando a bursite da pata de ganso.

Causas da tendinite da pata de ganso

A tendinite da pata de ganso atinge especialmente as mulheres a partir da meia idade, com joelhos valgus, pés planus, algum excesso de peso e que tenham efetuado recentemente um esforço de marcha.

Outras causas frequentes deste tipo de tendinopatia são: traumatismos, osteoartrose ou patologia reumatismal, e mesmo lesões do menisco adjacente.

A atividade desportiva excessiva (“overtraining”) como, por exemplo, a prática de atletismo em subidas, também pode originar o seu aparecimento.

Sintomas da tendinite da pata de ganso

Os principais sinais e sintomas são dor na face medial do joelho, especialmente a subir e descer escadas, ao dobrar o joelho ou ao levantar da posição de sentado.

Poderá ser visível alguma tumefação e edema (inchaço) na região afetada.

A palpação local desperta a dor e ajuda ao diagnóstico.

Diagnóstico da tendinite da pata de ganso

O diagnóstico da tendinite da pata de ganso deverá ser feito pelo seu médico ortopedista, especialista em joelho apreciando a clínica e imagiologia.

Uma história clinica corretamente colhida, um cuidadoso exame físico, adjuvados por métodos auxiliares de diagnóstico como Raio X do joelho, Ecografia do joelho e Ressonância Magnética (RM) do joelho poderão ser essenciais. Ajudam na identificação das causas e na visualização do edema e acumulação de líquido que envolve as estruturas tendinosas e partes moles adjacentes.

A tendinite da pata de ganso tem cura?

O prognóstico deste tipo de lesões é bom desde que identificados e controlados os fatores causais, nomeadamente o peso ou exercício excessivos.

O tempo de recuperação, por vezes, pode ser prolongado, pela necessidade de um programa de reabilitação a médio/longo prazo.

Tratamento da tendinite da pata de ganso

Na fase aguda, o tratamento da tendinite da pata de ganso passa por: fazer repouso; aplicação de gelo e toma de medicamentos (ou remédios) anti-inflamatórios.

A fisioterapia tem um papel preponderante no tratamento da inflamação local, no reforço quadricipital e no treino sensoriomotor (com base instável – Bosu).

A infiltração com corticosteróides é um tratamento de recurso, que pode proporcionar um alívio rápido e, muitas vezes, duradouro dos sintomas, mas deve ser aplicado de forma ponderada pelo seu médico especialista de Ortopedia ou Fisiatra.

Cirurgia na tendinite da pata de ganso

A cirurgia (ou operação) apenas tem indicação em casos em que o fator causal da tendinite só é passível de correção através de uma intervenção, como a artroscopia (em casos de lesão meniscal) ou osteotomia para correção do eixo do joelho.

A artroplastia do joelho reserva-se para doentes com mais idade e no qual a artrose tenha um grau avançado de atingimento da articulação.

Clínica de Ortopedia