Presbiopia

Presbiopia

O que é presbiopia?

A presbiopia ou "vista cansada" é uma condição natural associada ao envelhecimento, em que o olho apresenta uma capacidade progressivamente diminuída para focar objetos próximos.

Com visão normal a imagem deve formar-se na retina, por sua vez, no olho com presbiopia a imagem forma-se atrás da retina, provocando problemas de visão ao perto (ver mal objetos próximos). Esta anomalia é um tipo de erro refrativo.

Agora que já sabe o que é presbiopia, vejamos de seguida a origem da palavra e as suas causas, para vermos mais tarde como corrigir este erro refrativo.

Presbiopia ou vista cansada

Muitas vezes os termos, presbiopia ou vista cansada, são utilizados indistintamente. A palavra presbiopia tem origem em palavras gregas que significam "homem velho" e "olho". Ou seja, como a presbiopia está relacionada com o envelhecimento esta passou a ser, por vezes, conhecida como “vista cansada”. A expressão “vista cansada” surge no sentido do envelhecimento natural com a idade e não no sentido de fadiga ou cansaço ocular. Contudo, o esforço de acomodação causado pela presbiopia pode originar cansaço ou fadiga ocular como veremos adiante.

Presbiopia - causas

As causas da presbiopia não são completamente compreendidas. As evidências mostram que a perda de elasticidade do cristalino será a causa mais provável para o problema. As mudanças na curvatura do cristalino, no contínuo crescimento e perda de força dos músculos ciliares (músculos que relaxam e esticam a zónula) também têm sido apontados como causas para a presbiopia.

Presbiopia - sintomas

Os sinais e sintomas da presbiopia começam por fazer sentir-se na fadiga ocular (por vezes, conhecida como “vista cansada”, embora esta expressão esteja  associada ao envelhecimento natural (veja mais em presbiopia ou vista cansada).

A dificuldade em ver com pouca luz (baixa luminosidade), dificuldade em focar pequenos objetos ou letras pequenas são outros sinais e sintomas, geralmente, notados pela primeira vez entre os 40 e os 50 anos de idade, contudo podem acontecer numa idade mais precoce.

A capacidade de focar objetos próximos diminui ao longo da vida. Habitualmente, a dificuldade em ler letras pequenas, especialmente em condições de baixa luminosidade, são um dos primeiros sintomas da presbiopia. Nestes casos, o cansaço visual durante a leitura por longos períodos é frequente.

Manchas na visão de perto e visão turva momentaneamente quando existe transição entre as visões de perto e de longe, também são sintomas frequentes.

Os sintomas de presbiopia, assim como outros defeitos refrativos, tornam-se muito menos visíveis à luz do sol, devido à ação natural da pupila que reduz para um diâmetro menor.

Presbiopia e miopia

Quando os dois erros refrativos existem em simultâneo (presbiopia e miopia juntos), eles são benéficos na visão de perto, uma vez que o doente consegue ler e escrever com facilidade sem a ajuda de óculos de perto. 

Por estas razões é que muitos doentes que padecem de miopia podem ler facilmente sem o uso de óculos ou lentes de contacto, mesmo após os 40 anos. Contudo, a miopia não desaparece e as alterações visuais para longe permanecem.

Por estes motivos, corrigir cirurgicamente a miopia pode ser uma desvantagem após os 40 anos de idade, quando os olhos têm presbiopia, porque perdem a capacidade de acomodar. Neste caso, será necessário usar óculos ou lentes de contacto para visão de perto.

Saiba, aqui, o que é miopia.

Presbiopia tem cura?

Existem na atualidade diferentes formas de correção que permitem aos doentes que padecem de presbiopia levar uma vida perfeitamente normal. Saiba, de seguida, de que forma podemos corrigir a presbiopia.

Presbiopia - tratamento

O tratamento da presbiopia tem como função corrigir o erro refrativo de perto. A correção pode ser efetuada com óculos ou lentes de contacto. Também é possível efetuar tratamento cirúrgico para correção da presbiopia.

Algumas lentes bifocais ou óculos progressivos mais recentes visam corrigir simultaneamente tanto a visão de perto como a de longe com a mesma lente. Alguns doentes com presbiopia optam por lentes bifocais ou progressivas para excluir a necessidade do uso de óculos de leitura em separado, sendo este facto uma vantagem para quem tem de utilizar óculos.

As lentes de contacto também podem ser utilizadas para corrigir a perda de focagem que aparece com a presbiopia. Existe uma enorme gama de lentes para a correção da presbiopia, que chegam às 4,0 dioptrias. Algumas pessoas escolhem as lentes de contacto para corrigir um olho para perto e um olho para longe através de um método designado de monovisão, que pode, todavia interferir com a perceção de profundidade.

Os programas de tratamento disponíveis visando exercitar os músculos ciliares não se têm revelado eficazes (exercícios visuais).

Presbiopia - cirurgia

A cirurgia de presbiopia (ou operação) tem sofrido ao longo dos tempos várias tentativas de aperfeiçoamento. Na correção da presbiopia, a melhor opção cirúrgica é na atualidade a cirurgia refrativa (facoemulsificação com lentes premium - multifocais). Este método, na atualidade, é a cirurgia de eleição, corrigindo em simultâneo os erros refrativos de longe e de perto, dando uma boa visão para qualquer distância.

Na presbiopia, a cirurgia refrativa a laser LASIK é uma técnica cirúrgica que permite a correção do erro refrativo (através de laser), com importantes vantagens para os doentes. A cirurgia refrativa LASIK pode ser utilizada nos seguintes erros refrativos:

Saiba, aqui, tudo sobre cirurgia refrativa a laser LASIK.

Se padece de presbiopia encare a cirurgia para presbiopia como uma excelente forma de correção do erro refrativo, deixando assim de usar óculos ou lentes de contacto.

Pelos motivos atrás apresentados esta cirurgia também é, por vezes, designada como “cirurgia para vista cansada” (ver mais informação em presbiopia ou vista cansada).