RX da Sela Turca

RX da sela turca

O que é um RX da sela turca?

Uma radiografia ou raio X (RX) da Sela Turca ou da Sela Túrcica é um exame de diagnóstico que usa a radiação ionizante para conceber imagens, permitindo ao médico diagnosticar distintas patologias (doenças). 

Indicações do RX da sela turca

A principal indicação para a realização deste exame é a avaliação de sinais indiretos de patologia da hipófise, nomeadamente alterações anatómicas ou tumores.

Incidências do RX da sela turca

No RX) da Sela Turca é usada a incidência de perfil.

Preparação para o RX da sela turca

Não é necessário executar qualquer tipo de preparação antes do exame.

Também não é necessário cumprir qualquer tipo de jejum antes da execução da radiografia. O paciente pode tomar a medicação habitual.

Quanto tempo demora o exame?

O tempo médio total (retirar objetos, posicionar o doente, efetuar disparo, arquivar a imagem, editar a imagem, …) para a realização do exame é de sensivelmente 5 minutos, apesar do disparo e aquisição da imagem demorar apenas uns segundos.

Depois de executado e arquivado o exame, o médico radiologista terá de examinar as imagens e relatá-las. Este período é muito variável e deve obedecer à urgência do exame.

Quem pode realizar o RX?

Em qualquer caso, ocorre exposição a uma radiação ionizante, pelo que é dever do médico medir a relação risco / benefício do exame antes de o prescrever e eventualmente considerar o uso de outros meios diagnósticos.

Qualquer pessoa, de qualquer faixa etária, pode realizar os exames radiológicos. Porém, o médico prescritor deverá ter um cuidado especial no caso das crianças.

As grávidas ou mulheres que desconfiem de gravidez não devem, regra geral, ser submetidas a exames que utilizem radiação, salvo em casos urgentes e sem acesso a outros MCDT.

Quanto custa um RX?

Geralmente, as radiografias são um exame mais barato quando comparadas com outras técnicas imagiológicas como a ecografia, TC e RM.

Para os utentes do Serviço Nacional de Saúde (SNS) os exames de RX são comparticipados pelo estado, cabendo ao utente apenas o pagamento de uma taxa moderadora, caso não exista isenção. De forma análoga, os exames são comparticipados por outros subsistemas (ADSE, por exemplo), cabendo ao utente apenas um copagamento do exame (o utente não paga o exame na sua totalidade). Para tal, a clínica necessita de possuir convenção com o subsistema em causa.

Caso o exame seja realizado a título particular, o preço é definido pela clínica de radiologia que o pratica.

clinica_imagiologia.png