Hérnia hiatal

Hérnia de hiato - fotos

O que é hérnia de hiato?

A hérnia de hiato ou hérnia hiatal consiste na passagem de parte de órgãos abdominais (geralmente estômago) para dentro do tórax.

A cavidade torácica está separada da cavidade abdominal por um músculo – o diafragma. Nesse músculo existe um orifício, o hiato, por onde passa o esófago. Quanto esse orifício alarga, a pressão abdominal “empurra” o conteúdo abdominal para dentro do tórax, formando-se assim a hérnia de hiato.

No conteúdo da hérnia de hiato podemos encontrar estômago, intestino delgado, cólon, grande epíplon.... No entanto, o mais vulgar é existir apenas estômago no seu interior.

Hérnia de hiato - diagnóstico

A hérnia do hiato não pode ser vista do exterior do organismo. Suspeita-se da sua existência pela sintomatologia do doente ou é descoberta por acaso em exames a que o doente se submete.

Os exames que habitualmente revelam a hérnia de hiato são a endoscopia digestiva alta, a radiografia contrastada esofagogástrica ou tomografia computorizada (TAC). Existem, no entanto, outros exames que podem indiciar a sua existência.

Hérnia de hiato - tipos

Podemos identificar dois tipos de hérnia de hiato:

Hérnia de hiato por deslizamento – a transição esofagogástrica (“Cardia”) desloca-se para dentro do tórax arrastando consigo uma parte do estômago.

Hérnia do hiato paraesofágica -o cardia está na sua posição correta mas uma parte do estômago passa através do hiato para dentro do tórax.

Hérnia de hiato - classificação

Tipo 1 – De deslizamento (cerca de 95% do total);

Tipo 2 - Paraesofágica;

Tipo 3 - Combinação de tipo 1 e 2;

Tipo 4 - Apresentam outras estruturas como cólon ou epíplon, no seu interior.

Hérnia de hiato - causas

Não se conhecem bem as causas da hérnia de hiato. Contudo, as situações em que existe aumento da pressão abdominal favorecem o seu aparecimento, como acontece, por exemplo, na obesidade.

Hérnia de hiato - sintomas

Muitas hérnias de hiato não apresentam sintomas, sobretudo as mais pequenas. No entanto, podem causar sintomas muito intensos e variados, a vários níveis:

Sintomas digestivos

  • Sensação de queimadura dentro do tórax (refluxo gastroesofágico);
  • Dor retroesternal ou epigástrica;
  • Dificuldade em engolir (disfagia);

Sintomas respiratórios

  • Dificuldade em respirar e cansaço fácil;
  • Tosse irritativa crónica;
  • Crises asmatiformes;

Sintomas cardíacos

  • Palpitações;
  • Arritmia;

Algumas hérnias de hiato podem ainda causar anemia importante. Por vezes, é através da procura da causa dessa anemia que se descobre a hérnia.

Hérnia de hiato estrangulada

O estrangulamento de uma hérnia de hiato é uma situação rara mas muito grave. O conteúdo herniário fica preso dentro do tórax, a circulação sanguínea fica prejudicada. O doente necessita de intervenção cirúrgica de urgência para a resolução da situação.

Hérnia de hiato tem cura?

Em muitos casos a hérnia de hiato não necessita de tratamento específico. Não existem medicamentos ou um remédio para “curar” uma hérnia de hiato mas sim para controlar alguns dos seus sintomas. Só o tratamento cirúrgico permite fazer desaparecer, uma hérnia de hiato.

Veja, de seguida, como tratar a hérnia de hiato.

Hérnia de hiato - tratamento

O tratamento da hérnia de hiato depende dos sintomas, do seu volume e do risco de complicações que representa para o paciente.

Como sempre, um estilo de vida saudável, uma dieta correta e a manutenção de peso ideal são a base de um tratamento eficaz.

As hérnias pequenas e assintomáticas não necessitam, habitualmente, de qualquer tratamento.

As hérnias sintomáticas podem ser tratadas recorrendo a vários tipos de medicação, geralmente tendentes a diminuir a produção de ácido no estômago e a facilitar o seu esvaziamento, evitando assim os sintomas relativos ao refluxo.

As hérnias maiores, mal controladas ou de risco podem ser operadas, sendo a operação muito eficaz. Só um cirurgião deverá determinar se uma hérnia de hiato possui ou não indicação operatória.

Hérnia de hiato - dieta recomendada

Na hérnia de hiato deve seguir-se uma dieta alimentar que permita manter o peso ideal do doente, combatendo a obesidade.

Os alimentos a evitar dependem do doente. Deve ser mantida uma alimentação cuidada, na qual os alimentos que acentuam as queixas de refluxo sejam evitados: bebidas gaseificadas, chocolate, alimentos ricos em gorduras, café, etc.

Cirurgia de hérnia de hiato

A cirurgia de hérnia de hiato é uma operação que se faz quase exclusivamente por laparoscopia, com dor muito reduzida, curta estadia no hospital e rápida recuperação.

Consiste na recolocação dos órgãos herniados dentro do abdómen, sutura do defeito do hiato e realização complementar de uma manobra para prevenir o refluxo gastroesofágico.

Cirurgia de hérnia de hiato - riscos

Como qualquer operação, a cirurgia de hérnia hiatal comporta alguns riscos, que são reduzidos e devem ser explicados previamente à intervenção.

Cirurgia hérnia de hiato - pós operatório

Na cirurgia da hérnia de hiato, o pós-operatório é habitualmente muito simples, retomando-se a alimentação por via oral precocemente. A alta é dada poucos dias após a intervenção.

Cirurgia da hérnia de hiato - recuperação

Na cirurgia da hérnia de hiato, a recuperação é rápida e na maioria dos casos o doente pode retomar a sua atividade profissional dentro de duas semanas após a operação.

Cirurgia de hérnia de hiato - preço

O preço de uma cirurgia de hérnia do hiato difere em função de vários fatores, como a técnica cirúrgica, entre outros. Apenas o cirurgião, especialista em cirurgia geral, poderá estimar o valor da operação após avaliação em consulta.

O valor da cirurgia poderá também diferir mediante o subsistema de saúde associado ao doente ou do seguro de saúde e das suas condições.

medico-concelho.jpg