Dor na mão

Dor na mão

O que é dor na mão?

A dor na mão é um sintoma que pode ser originado por patologias (doenças), tais como: a artrite, a tenossinovite estenosante, o síndrome do túnel cárpico, a tenossinovite de De Quervain, entre outras, como discutiremos adiante com detalhe.

As dores nas mãos podem ocorrer em repouso ou, então, quando são executadas algumas tarefas (ex. escrever, tocar um instrumento musical, etc.). Por vezes, a dor surge na sequência de tarefas repetitivas com as mãos (trabalhar com o rato do computador, pintores, etc.).

A dor pode afetar a mão esquerda, a mão direita ou as duas mãos. Embora não exista uma norma, a dor na mão é mais frequente no lado dominante.

Causas para a dor na mão

A dor na mão pode ter diversas causas. De seguida, enumerámos algumas das mais frequentes.

Artrite

A artrite corresponde à inflamação de uma ou mais articulações e é a principal causa de dor na mão. Pode ocorrer em qualquer articulação do corpo mas é particularmente comum nas mãos e no punho. Embora existam muitos tipos de artrites, as mais comuns são a osteoartrose e a artrite reumatóide.

A osteoartrose afeta tipicamente as pessoas de mais idade, iniciando-se os sintomas dolorosos à medida que ocorre o desgaste progressivo da cartilagem.

A artrite reumatóide, muitas vezes, intitulada de reumatismo, é uma doença crónica que cursa com inflamação das articulações e afeta muitas partes do corpo. As mãos são frequentemente atingidas numa fase inicial originando dor e rigidez articular, podendo também conduzir a parestesias na mão (formigueiro nas mãos).

Tenossinovite estenosante

O dedo em mola ou dedo em gatilho, também conhecido como tenossinovite estenosante, é uma causa frequente de dor na mão. Quando movemos os dedos, os seus tendões deslizam em túneis chamados bainhas. Em situações em que o normal deslizamento dos tendões dentro da sua bainha é afetado, pode haver uma sensação de ressalto quando se estica e dobra o dedo ou este pode mesmo ficar aprisionado numa posição fletida, estando muitas vezes associado a dor forte na base do dedo.

Saiba, aqui, tudo sobre dedo em mola (ou em gatilho).

Síndrome do túnel cárpico

O síndrome do canal cárpico é uma causa frequente de dor na mão e ocorre quando o nervo mediano, responsável pela sensibilidade da mão, se torna apertado no seu canal a nível do punho. Esta situação geralmente causa dor na palma da mão e dormência do primeiro, segundo, terceiro e, por vezes, quarto dedos (isto é, polegar, indicador, dedo médio e anelar), poupando o dedo mínimo (dedo mindinho).

Saiba, aqui, tudo sobre a síndrome do canal cárpico.

Tenossinovite de De Quervain

A tenossinovite de De Quervain é um problema que afeta os tendões à volta do dedo polegar, condicionando dor na região do punho e base do primeiro dedo. A inflamação dos tendões à volta da base do polegar interfere com o seu normal deslizamento causando dor, edema, dificuldade em agarrar ou fazer força com o polegar.

Saiba, aqui, tudo sobre tenossinovite de De Quervain.

Neuropatia periférica

A neuropatia periférica é uma situação que causa dor, dormência e fraqueza nas mãos e pés. Esta situação resulta da disfunção dos nervos periféricos, podendo ocorrer em diversas situações, tais como: diabetes, infeções, lesões traumáticas, problemas metabólicos, etc..

A neuropatia periférica pode afetar um nervo ou muitos nervos diferentes em todo o corpo, sejam eles sensitivos (responsáveis pela sensibilidade táctil, térmica e dolorosa) ou motores (responsáveis pelo controlo do movimento muscular). O tipo e localização da dor neuropática vai depender de quais nervos estão afetados.

Os sintomas mais frequentes incluem parestesias das mãos e pés, de agravamento progressivo, dor nas mãos e pés e fraqueza muscular ou paralisia.

Fenómeno de Raynaud

No fenómeno de Raynaud, certas áreas (particularmente os dedos) ficam adormecidas e frias quando expostas a temperaturas muito baixas. Esta situação resulta de uma resposta exagerada do organismo ao frio e ao stress, em que os pequenos vasos dos dedos fecham de uma forma muito mais rápida e mais intensa do que o normal, causando extremidades frias, alteração da coloração dos dedos, parestesias e dor.

Quistos sinoviais

Os quistos sinoviais do punho e mão geralmente não são dolorosos. Tipicamente apresentam-se como uma massa no dorso do punho mas também podem surgir noutras regiões como no dorso (“parte de cima da mão), ao longo dos dedos ou na ponta dos dedos.

Uma vez que estes são preenchidos com mucina, os quistos sinoviais podem aparecer e desaparecer rapidamente ou mudar de tamanho e podem ser causa de dor ou dormência no punho e mão.

Saiba, aqui, tudo sobre quisto sinovial.

Lesões traumáticas

As lesões da mão são extremamente frequentes, uma vez que estas estão constantemente expostas ao perigo em contextos tão diversos como quedas, durante a prática desportiva e na atividade laboral.

A mão e o punho são constituídos por 27 pequenos ossos que podem ser fraturados de formas muito diversas. Além disso, a mão possui uma anatomia ligamentar e miotendinosa complexa que também pode ser sede de numerosas lesões em contexto de trauma.

As fraturas da mão ou lesões tendinosas / ligamentares podem evoluir de forma desfavorável se não forem tratadas adequadamente, por vezes com consequências desastrosas para a função da mão, pelo que o seu diagnóstico e tratamento atempado são fundamentais.

Outras causas para a dor na mão

Para além das patologias (doenças) atrás elencadas, podem existir outras, causadoras da dor na mão. Causas menos frequentes para a dor na mão incluem:

  • Gota;
  • Lupus;
  • Radiculopatia cervical;
  • Tumores benignos dos ossos ou partes moles;
  • Tumores malignos;
  • Doença Lyme

Diagnóstico da dor na mão

Na presença de sintomas de dor na mão deve procurar um médico ortopedista especialista em mão, de modo a poder ser efetuado o diagnóstico correto e atempado da patologia em causa e, assim, ser orientado para o tratamento mais ajustado para cada situação.

Após traumatismos (“pancada”), por exemplo, é importante ser avaliado por um especialista e realizar exames, nomeadamente uma radiografia (Rx) da mão ou punho para assegurar que não tenham resultado lesões.

Em alguns casos, pode haver necessidade de realizar outro tipo de exames, como a ecografia, a TAC ou a ressonância magnética (RM), para melhor esclarecimento do quadro clínico.

Tratamento da dor na mão

O tratamento da dor na mão depende obviamente da patologia (doença) subjacente. Em certos casos, o tratamento conservador permite resolver a situação ou pelo menos eliminar ou reduzir a dor. Noutros casos, teremos de recorrer a tratamento cirúrgico (cirurgia ou operação) para tratar a patologia que está a provocar as dores na mão.

Nas fases agudas, a administração de medicamentos (ou remédios) como analgésicos (ex. paracetamol) e antinflamatórios (ex. ibuprofeno) podem permitir aliviar a dor.

O uso de ortóteses imobilizadoras apropriadas para a mão e a fisioterapia adequada também podem ser bastante úteis no tratamento, de uma forma natural e não invasiva.

Veja mais informação sobre tratamento específico para a dor na mão em cada uma das patologias atrás elencadas.

medico_ortopedia.png